Errar é humano, errar sempre pro mesmo lado é Corinthians!

Agora você entendeu a homenagem né!!!

Fala meu povo! Quanto tempo não deixo uma letra por aqui!
Bem vou ser sincero, detesto os pontos corridos, um campeonato de 38 rodadas de dar sono. Já expliquei aqui que acho isso monótono, longe de nosso lastro de cultura amplamente emocional, e resultado de um sentimento de viralatismo, fazemos só porque os europeus fazem. Mas admito, esse brasileirão estava legal! Apertado, com jogos emocionantes, com tudo para desbancar minha teoria, até que, começou a roubalheira para o time da zona leste de São Paulo.
Te explico.
Nossos árbitros são ruins? Sim são péssimos!
Os bandeirinhas são ruins? Sim horripilantes.
Até por isso eu não achava que havia qualquer favorecimento a time nenhum, era simplesmente ruindade mesmo, mas depois de ontem, não acredito mais nisso.
Se o Corinthians precisava disso? Não. O time é bom e bem treinado. Sem auxílio da juízada teria uns 30% de chance, assim como Galo e Grêmio. Times que ao meu ver estariam na briga pelo título, e correndo como azarões, Palmeiras, Sport e nessa reta final até o ascendente Santos.
Ontem ficou nítido um esquema de favorecimento ao time corintiano. Como seria ao Flamengo, estivesse ele nas primeiras colocações.
Futebol é negócio, e negócio sujo, é verdade é que dois anos de Cruzeiro campeão deu um prejuízo enorme!
É vergonhoso! Errar é normal é humano, mas errar sempre em favor de uma equipe em vários jogos, bem meu amigo, ISSO É CORINTHIANS!
Parabéns ao virtuais campeões brasileiros de 2015. Sport Club Corinthians Paulista e federação de arbitragem! Afinal até o uniforme já fizeram pra homenagear a juízada!

Impressões sobre o primeiro turno (e alguns pitacos para o segundo)


E lá se foi metade do campeonato mais disputado dos últimos anos, 19 rodadas com muitas partidas empolgantes e diversos lances polêmicos como o brasileiro gosta!
Meu primeiro comentário é sobre a arbitragem, afinal são os que sempre estão na alça de mira de todos, sejam os envolvidos no espetáculo ou nós, meros torcedores que apaixonadamente não vemos com a razão e sim com o coração e se o juizão apita lá estamos nós elogiando-o com muito respeito e achando que ele está metido em uma conspiração interplanetária contra nosso megalático time!

Aos árbitros deixo minha solidariedade, não concordo com o salário (ou gorjeta) que recebem para serem tão expostos, e essa exposição custa caro, custa muito caro as curtas carreiras dos senhores "juízes".
Ainda que a qualidade técnica tenha sido bastante contestável há de se notar que os árbitros tem se desdobrado para aplicar a regra com as armas que lhe cabem.
Claro que é muito mais fácil marcar um impedimento para um time como o Avaí (todo respeito ao Leão, mas não tapemos o Sol com a peneira em termos de grandeza) do que para o Corinthians, assim como há erros como o pênalti não marcado para o Flamengo enquanto o jogo estava 0x0 no lindo Allianz Parque (de nada valeria já que viraríamos esse jogo sem dó...ops, falei!!).

Regra é regra, deve ser cumprida, pau que da em Chico deve dar também em Francisco, resumindo, apito que devasta a Ponte Preta também devasta o Fluminense, ou bandeira que breca o ataque do Coxa Branca também deveria brecar o do São Paulo....Isso é imparcialidade (que deveria existir, mas não existe).

Bom.....De bom o primeiro turno trouxe um Corinthians surpreendendo até os corinthianos, aliás, eu creio que o aproveitamento feito pelo time do ex presidente Lula não será repetido para o segundo turno, aliás isso é padrão nos pontos corridos, tipicamente pela necessidade dos atolados na zona debaixo precisarem captar pontos de todos ou afundaram ao fim do torneio.
O galo, êêêê o galo... Parecia o Barcegalo, o Real Cocoricó, mas já demonstra que vai continuar na briga em igual (ou inferior) condição aos outros, de elenco o galo está muito bem servido, basta saber quanto vai pesar o fardo de 44 anos sem levantar o caneco nacional.
E o Grêmio, o famoso Imortal Tricolor....Parabéns gaúchos! Vocês estão com o futebol mais redondinho ao final desse turno, entram e entram forte na briga e o famoso camisa 10 que todos procuram vocês tem (mesmo eu não o querendo no meu time jamais).
Os outros candidatos abaixo desses 3 ficam em segundo plano, aliás o primeiro do segundo plano (atual) é o Fluminense que pasmem, contratou Ronaldinho Gaúcho e quem joga é o Cícero (que não é gaúcho), aliás a contratação do R10 cria opiniões diversas até mesmo dos torcedores tricolores.
Falando em tricolor....êêêêê São Paulo, que sapecada nessa última volta do ponteiro hein??? Ainda acredito no professor Osório, muito bom técnico e se tiver tempo (que nenhum têm ou teve até hoje) vai colocar o time nos trilhos.
O Atlético do Paraná tem sido uma (outra) grata surpresa, afinal o time é muito bem armado e prova disso são os lampejos de Walter que mesmo fora dos padrões de moda do futebol mundial se mostra com faro (e fome) de gols (e bolachas).....
O Sport é outro que agora sem a copa do Brasil pode tirar proveito do seu bom elenco e brigar pela libertadores, título fica difícil ao meu modo de ver, mas não é impossível em um campeonato como esse.....
Sobre o meu PALMEIRAS eu fico com o misto de esperança e desconfiança, mas é assim a alma verde, mesmo sabendo que o time está sendo montado a ansiedade faz com que sonhemos, lotemos o Parque Antártica como nunca se viu e ainda que tomemos 3 sapecos seguidos lá estamos nós na manhã de hoje almejando o título, somos fanáticos, somos doentes, mas quem não é?
Desse meu verdão eu espero o melhor, e isso se traduz em CANECO.
Caso não venha o caneco que fique o flashback de 1992, ano em que não ganhamos nada, mas preparamos um esquadrão para aniquilar tudo e todos nos 2 anos seguintes!

Vale ressaltar a briga lá embaixo, aliás briga não, luta pela sobrevivência.
No meu modo de ver o Vasco já foi, o que é uma pena, não pela grandeza que nunca será manchada, mas pela situação extra campo e dentro de campo também, contrata o que aparece e não tem um presidente que parece segurar a bronca, pelo contrário ele só distribui bronca, e desse jeito vai ser muito difícil ele não partir para a Sibéria como prometeu em caso de queda cruzmaltina.
Os outros 3 companheiros da degola vascaína eu arriscaria (hoje) o JEC, Figueirense e Avaí, nada contra o povo de Santa Catarina, mas há mais do que os olhos podem ver ou as pernas podem correr e se a corda puxa daqui arrebenta dali se é que me entendem, tem muito gigante beirando a degola e os extras (inevitáveis) podem surgir em prol deles, creio numa série B muito catarinense no ano que vem.

É isso, e agora vamos ver mais 19 rodadas com grandes jogos regados de emoção e chororô....
Do meu coração desejo que todos tropecem e muito e meu verdão suba feito rojão em festa junina rumo ao NONO TÍTULO, é isso mesmo, 9 canecos (o choro contra isso é outro post, não misturem).....
E vocês, concordam?
Deixem seus comentários!!!

Forza Palestra!!!
Bem amigos loucos por futebol!!!!

Quero voltar as postagens nesse blog com a seguinte matéria:

CAMPEÕES! Bugre comemora 37 anos do título brasileiro


37 anos da conquista do título brasileiro marcam este dia 13 de Agosto.

Há 37 anos o Guarani conquistava seu brilhante título brasileiro. A final foi composta por dois jogos de ida e volta contra o também alviverde Palmeiras.

Na primeira partida da final, no campo do Morumbi em São Paulo, o goleiro Leão da equipe do Palmeiras, irritado com as provocações de Careca, deu-lhe uma cabeçada dentro da área aos 25 minutos do 2° tempo, o pênalti marcado foi convertido pelo meio campista Zenon. 

Já no jogo de volta, o Brinco de Ouro da Princesa recebeu 27.086 torcedores, a casa estava cheia e o bugre composto por Neneca; Mauro, Gomes, Édson e Miranda; Zé Carlos, Manguinha e Renato; Capitão, Careca e Bozó, e dirigido pelo técnico Carlos Alberto Silva não puderam contar com Zenon, suspenso automaticamente. Mas, aos 36 minutos do segundo tempo, em sobra do goleiro a revelação do Guarani Careca marcou. Era o gol do título, do maior e único campeão do interior.

Relembre os principais títulos e conquistas do Bugre!

1912 – Vice-campeão Campineiro – (Liga Operária de Foot-Ball Campineira)

1916 – Campeão Campineiro – AFC (Associação de Foot-Ball Campineira)
1919 – Campeão Campineiro – AFC
1920 – Bicampeão Campineiro – AFC
1921 – Vice-campeão Regional (Zona Paulista) – APEA (Assoc. Paulista de Esportes Atléticos)
1926 – Campeão Regional (2ª Região) – APEA
1928 – Vice-campeão do Torneio-Início do Campeonato Paulista – APEA
1932 – Campeão Regional (Série Campineira) – APEA
1938 – Campeão Campineiro – LCF (Liga Campineira de Futebol)
1939 – Bicampeão Campineiro – LCF
1941 – Campeão Campineiro – LCF
1942 – Bicampeão Campineiro – LCF
1943 – Tricampeão Campineiro – LCF
1943 – Vice-campeão Amador do Interior – FPF (Federação Paulista de Futebol)
1944 – Campeão Amador do Interior – FPF
1944 – Campeão Amador do Estado – FPF
1945 – Campeão Campineiro – LCF
1946 – Vice-campeão Amador do Interior – FPF
1946 – Bicampeão Campineiro – LCF
1949 – Campeão Paulista da 2ª Divisão de Profissionais – FPF
1953 – Campeão Campineiro – LCF (com equipe secundária)
1953 – Campeão do Torneio Início do Campeonato Paulista – FPF
1954 – Bicampeão do Torneio Início do Campeonato Paulista – FPF
1956 – Campeão do Torneio Início do Campeonato Paulista – FPF
1957 – Campeão Campineiro – LCF (com equipe secundária)
1957 – Vice-campeão do Torneio Início do Campeonato Paulista – FPF
1964 – Vice-campeão Paulista de Aspirantes – FPF
1966 – Vice-campeão do Torneio João Mendonça Falcão de 1966
1969 – Vice-campeão do Torneio Início do Campeonato Paulista – FPF
1970 – Detentor em definitivo da “III Taça dos Invictos” de A Gazeta Esportiva
1970 – Campeão – Torneio de Classificação para 1970 (Paulistinha) – FPF
1970 – Bicampeão – Torneio de Classificação para 1971 (Paulistinha) – FPF
1972 – Campeão do Interior – FPF (II Troféu Folha de São Paulo)
1973 – Bicampeão do Interior – FPF (II Troféu Folha de São Paulo)
1974 – Tricampeão do Interior – FPF (Detentor em definitivo do II Troféu Folha de São Paulo)
1975 – Tetracampeão do Interior – FPF (III Troféu Folha de São Paulo)
1976 – Campeão do 1º turno do Campeonato Paulista (Taça Almirante Heleno Nunes)
1978 – CAMPEÃO BRASILEIRO – CBD
1981 – Campeão Brasileiro da Taça de Prata – CBF
1982 – Vice-campeão do Torneio dos Campeões do Brasil – CBF
1986 – Vice-campeão Brasileiro – CBF
1987 – Vice-campeão Brasileiro – CBF (Houve em paralelo a “Copa União”, promovida pelo “Clube dos 13″)
1988 – Vice-campeão Paulista – FPF
1988 – Campeão Paulista de Aspirantes – FPF
1991 – Vice-campeão Paulista de Aspirantes – FPF
1991 – Vice-campeão Brasileiro Série B – CBF
1994 – Campeão Copa São Paulo de Futebol Júnior
1996 – Campeão Paulista de Aspirantes – FPF
1998 – Campeão Paulista de Aspirantes – FPF
2004 – Vice-campeão Copa Estado de São Paulo – FPF
2008 – Vice-campeão Brasileiro Série C – CBF
2009 – Vice-campeão Brasileiro Série B – CBF
2011 – Vice-campeão Paulista Série A2 – FPF
2012 – Vice-campeão Paulista Série A1 – FPF

Uol persegue o Corinthians descaradamente


A perseguição da imprensa anti ao Corinthians é descarada.
O site Uol (do Grupo Folha) é um dos veículos de imprensa que mais persegue o Corinthians.
Na capa do site no dia 15 de março de 2014, podemos ver a diferença de tratamento que o Uol dá ao estádio do Palmeiras e ao estádio do Corinthians.
Em função do objetivo de fechar um contrato de Naming Rigths, ou seja, vender o nome do estádio para uma empresa que queira batizar o estádio com a sua marca, a diretoria corinthiana batizou o seu novo estádio, desde a divulgação do projeto, de Arena Corinthians. Mas o site Uol nunca se referiu ao estádio corinthiano como Arena Corinthians, e sim como Itaquerão.
Por que? Difícil de entender os motivos, mas é fácil entender a motivação: prejudicar o Corinthians. O ex-presidente corinthiano Andres Sanchez, sempre disse que para a imprensa não apelidar o estádio, porque isto atrapalha o fechamento do contrato de Naming Rigths.
Mas mesmo com o pedido do Corinthians, o site continua insistindo em chamar o novo estádio do Corinthians de Itaquerão.
Já com o novo estádio do Palmeiras o tratamento é bem diferente.
O estádio do Palmeiras foi reformado, ou seja, já existe há décadas e possui nome e apelidos há vários anos. Palestra Itália e Parque Antártica são nomes tradicionais do estádio palmeirense utilizados pela diretoria, torcedores e imprensa, por muito tempo.
Mas desde a divulgação do projeto de reforma da sua casa, o Palmeiras rebatizou o estádio de Arena Palestra, até que alguma empresa se interessasse em rebatizar o estádio com a sua marca. Após um tempo a negociação se concretizou e agora o estádio se chama Allianz Park.
É claro, que os veículos de imprensa vão optar chamar ou não, o estádio pelo Naming Rigths, mas apelidar um estádio por um nome diferente do nome que o dono está batizando é má fé.
Como um estádio que tem mais de 100 anos (como o Parque Antártica) e que foi rebatizado em 1933 por Palestra Itália, a imprensa facilmente aderi o seu novo nome de Arena Palestra, e um estádio novo que nem foi inaugurado, há uma insistência de se cravar um apelido contra a vontade do dono.
O papel da imprensa é informar ou dar nome em estádio particular?
Qual o objetivo do Uol de emplacar o apelido Itaquerão?
Está claro o desejo de prejudicar os interesses do Corinthians, não sei por qual motivo.
O Corinthians não deveria ficar quieto.
Quer apelidar o meu estádio, então não entra nele. Meus jogadores não concedem mais entrevistas e vocês não participam mais de entrevistas coletivas.
Pronto. Guerra é guerra.
Imprensa parcial, manipuladora e com o rabo preso é um caos, e precisa ser podada.
Uol e Folha não entram.

Volta por cima? EL MAGO VOLTOU?

Olá leitores!!

Acreditando ou não é um fato, VALDÍVIA retornará ao time do Palmeiras para a sequência da série B.

E você, acredita que o Mago ainda pode fazer a diferença?

Eu sinceramente ACREDITO!!