A terrível arte da comparação

Bom dia blogueiros.

E o assunto 'AULA' do Barcelona continua rendendo e rendendo!
Pois bem, ontem em uma conversa muito proveitosa os Doutores aqui do blog (Eu, Du e Fabrício)começamos a fazer as famosas comparações entre os 3 esquadrões: Santos de Pelé, Brasil de 1970 e o atual Barcelona
Surgiram ainda na conversa times como o Milan de Van Basten, a Holanda de Rinus Michels e outros, mas basicamente os 3 times principais foram os chamados acima de esquadrões.

Eu quero tentar mensurar a eficiência e maestria desses times baseado em alguns pontos e me dispor de forma talvez pretensiosa comparar essas "anomalias" do futebol.

Se essa análise fosse feita de maneira passional com certeza a ordem seria como está no título, Santos > Brasil 70 > Barcelona atual.
O foco não vai ser esse e tentando formular algo que me ajude nessa ilusória comparação eu pensei na seguinte linha de raciocínio.....
Para analisar é preciso se atentar a como esses times rendiam dentro do campo e respeitavam suas características, o que dava pra se fazer na época em que existiram, os recursos e possibilidades que cada time tinha ou tem dentro de campo com os jogadores que formavam o time e qual o impacto que cada um dos times trouxe ou deixará para o seu tempo?

Dentro dessa linha eu deixarei minhas visões sobre o que acho de cada time.

Em ordem cronológica vamos ao Santos de Pelé!
Eu tenho comigo a imagem de um time mágico, algo inalcançável, esse Santos principalmente de 1962 até 1965 pode desfrutar do auge de Pelé, talvez esse Pelé em seu auge na seleção de 1970 tornaria a seleção canarinho ainda mais espetacular, sei lá pode ser devaneio e eu só me permiti pensar alto com vocês.
O padrão desse time santista era fantástico, pelo que escuto de meu pai e de outros que tiveram a sorte de ver esse time em ação eu só posso dizer uma palavra INACREDITÁVEL, jogos memoráveis e conquistas inimagináveis esse time conseguiu somar tudo nessa época.
O toque de bola, a movimentação e a disponibilidade com que os atletas se revezavam em busca do gol era algo inovador, com esse time o velho 9 deixou de ser um cara morto dentro da área e passou a ser um cara inteligente e participativo, que buscava a bola e fazia a jogada juntamente com os meias e atacantes, isso te lembra algo recente?
Assista ao jogo Santos X Barcelona na final desse mundial e assista vídeos da época do Santos de Pelé, você irá se surpreender com a semelhança no padrão dos times(guardadas as proporções individuais ok?)
Como disse Guardióla eles só fazem hoje o que se fazia naquela época.
Os recursos daquele tempo eram muito inferiores, desde o material esportivo com as camisas de algodão que em dia de chuva seria o mesmo que um jogador atual correr com um edredom sobre as costas e até mesmo a bola que era costurada a mão e pesava mais que um tijolo que temos hoje em qualquer obra.
Mesmo assim com todas as dificuldades esse time mostrava a velocidade e eficiência que muitos times atuais não conseguem chegar a 1% se comparados a esse Santos.
O que esse time tinha de mais fantástico era a gama de recursos, os jogadores titulares como Pepe, Mengálvio, Coutinho, Zito, Dorval e o rei Pelé possuíam em seu repertório o chute longo (há quem diga que Pepe chutava mais forte do que Roberto Carlos se quer sonhou em chutar), Zito então tinha o chute mais certeiro do que um tiro de Rifle e Coutinho fazia mais gol bonito do que conseguimos no vídeo game.
Na arte de passar com qualidade esse time era outro fenômeno, tal como o Barcelona nos mostrou e nos mostra nesses últimos anos esse time do Santos tinha posse de bola exagerada pra usar a palavra certa, eram 5x mais chances de gol que seus adversários, e isso meu amigo somado a eficiência dos seus arrematadores era algo massacrante aos adversários.
Se for falar de legado esse time da outro banho, os outros que citei que são Seleção de 70 e Barcelona atual só fazem o que esse time tirou do mundo dos sonhos e do rascunho da perfeição e levou para dentro do campo.
Esse Santos da Era Pelé é algo ecatombico, cósmico, nuclear e incomparável (até agora).

A seleção de 70 veio como a grande salvadora do futebol arte, em 66 o Brasil foi fiasco na copa da Inglaterra e por isso 70 era o ano de mostrar que o time Bi em 58 e 62 tinha condições de retomar sua coroa.
Pelé já estava mais velho e seria sua última copa, tal como Rock Balboa o rei se preparou muito para esse evento e ajustou seus melhores golpes para desferi-los com maestria durante esses jogos.
O meio campo dessa seleção se for dado ao Muricy, Felipão, Luxemburgo e qualquer outro seria destroçado e sabe por que? Por que hoje 99% dos 'professores' preferem burucutus aos talentosos, uma pena.
Gerson, Clodoaldo, Rivelino e Pelé faziam esse setor, me mostrem ai quem deles marcava alguma coisa?
A diferença era não precisar marcar, aliás como vem sendo batido aqui desde a derrota santista a 'novidade' de manter a bola em seu domínio era feita corretamente por essa equipe e eu até acredito que um pouco inferior ao que é feito pelo Barça que não tem a filosofia do jogue e deixa jogar, essa seleção tinha mais isso.
A diferença entre o Barça atual e essa seleção é que a posse de bola em 70 vinha com o desenrolar da partida e a imposição da qualidade e com o Barça a posse é propriamente dita o padrão de jogo, ou seja, isso me leva a crer que o talento de 70 se sobrepõe ao DNA de talento catalão, isso por que os jogadores individualmente em 70 eram melhores e os do Barcelona conseguem tal feito por taticamente serem melhores.
A gama de jogadas dessa equipe era muito forte, o que dizer de lançamentos de Gerson para mais de 50 metros de distância? E os cortes de Rivelino que eram mais secos e desconcertantes do que as firulas atuais? Clodoaldo que era o 'volante' driblava mais que muito atacante de hoje e o tal Pelé esse era tudo o que os outros tinham de melhor elevado a quinta potência! Era uma máquina, era um espetáculo em termos técnicos e físicos e isso somado a motivação não poderia dar outra coisa a não ser o ETERNO nome de REI!
Para a época foi um breque no futebol feio que ganhava força através dos Ingleses em 1966 e parecia ser o novo jeito de ser competitivo, besteira....O futebol se não tivesse passado pela seleção de 70 e não é exagero dizer que o futebol deve muito a seleção de 70 mesmo,
Graças a essa seleção hoje ainda se valoriza o talento, os nossos campinhos de terra não produzem em escala os cabeças de bagres e sim os Robinhos, Neymares, Denilsons, Djalminhas, Deners, Ronaldos, Romários, Rais, Sócrates, Falcões e outros como vimos nascer dessa terra(literalmente).
Esse foi o maior legado do time de 70, mostrar que ganhar pode ser ainda mais saboroso se for de maneira bela e graciosa.

O Barça de Messi o qual eu chamo de Gênio e que afirmo teria lugar em qualquer um dos times acima vem "apenas" fazendo o que os 2 times acima faziam.
O Brasil exportou durante anos sua essência futebolística e deixamos nossas obras primas irem embora muito cedo e muito cruas, com a inteligência de um comprador estudado a Europa pegou essas obras brutas e lapidou durante anos e fizeram experiências onde as pedras brutas sofreram "mutações" não só geneticamente como vimos Ronaldo dobrar de tamanho e Adriano parecer um lutador de UFC, mas também em termos de obediência tática e foco no que se deve buscar, e aqui eles nos amarraram pelas pernas
Messi pra quem não sabe foi dito como "impossibilitado" de jogar futebol por um de seus treinadores quando ainda vivia em solo hermano, ele era franzino e tinha um pequeno defeito aos olhos desse "mestre" argentino, Messi mancava um pouco e essa passada curta que ele tem o querido treinador viu como "defeito de fábrica", resumindo foi um ASNO que o Barcelona agradece até hoje e foi dai que esse monstro foi criado, toda sua habilidade e foco dentro do campo nasce e cresce dessa sua "diferença" de padrão para outros craques.
Os recursos de hoje são muito mais evoluídos que os que se tinha no Santos de Pelé e no Brasil de 70, mas eu posso afirmar que esse time do Barça com sua mentalidade vencedora se adaptaria a qualquer época do futebol, não é o peso da chuteira ou a qualidade de treinamentos e staff que se tem hoje que são sucesso nesse time, é a cabeça, o DNA, a vontade de voltar a mostrar ao mundo que ganhar é importante, porém ganhar dando espetáculo é não só possível como mais prazeroso.
O legado desse time do Barça é ainda uma incógnita, eu disse aos outros Doutores que falarei aos meus filhos "Vovô viu o Santos e a seleção de Pelé e eu só não o invejo tanto por isso por que vi o Barcelona de Messi".
E ai tem fundamento a minha maior constatação, que só pelo fato desse time do Barcelona ser colocado no status dos outros 2 ele já nos surpreendeu, e saber que eles estão talvez muito aquém do que podem fazer é algo que nos fascina e nos assusta.
Sinceramente não sei onde eles poderão chegar, mas pelo andar da carruagem eles estão indo para as cabeças.
Resumindo...Os 3 times se equiparam e se parecem muito.
Cada um na sua época e cada um com particularidades que se discutidas aqui vão render 10 volumes enciclopédicos e não é a nossa idéia, porém todos tem o mesmo tom, todos fazem o que os outros julgavam impossível e além de simplesmente fazer eles colocam maestria no ato, parece tão simples pra quem vê e ao mesmo tempo sabemos que é tão impossível de se fazer parecido para nós que deixamos de regar essa semente que nós mesmos plantamos.

Desculpem minha viagem e minha pretensão em comparar esses colossos, mas é o que abertamente ou internamente todos estão fazendo isso e ainda se perguntando o por que essa magia mudou de lado? Por que o Brasil parou de fazer isso?
Bom, hoje não temos mais tempo de pensar nisso e já perdemos tempo demais, precisamos é repensar o jeito de se tratar e de se jogar o Futebol e quem sabe daqui alguns anos nós possamos retomar aquilo que inventamos e perdemos por não ter dado valor!

Abraços.

Um comentário:

  1. DR Allan, vc citou três Titãs. Concordo com vc! O Barcelona pode pelo tempo que ainda tem de produção superar estes Titãs, coisa que sinceramente torço para acontecer porque gosto do esporte.

    ResponderExcluir

Obrigado por seus comentários, nosso consultório sempre estará de portas abertas!