A nova safra dos goleiros brasileiros

Olá blogueiros.

Hoje quero me fazer solidário aos goleiros, em especial aos dos 4 clubes grandes de Sâo Paulo.
Vejo muitas críticas e parecem que esquecem rápido que eles são de uma nova geração e merecem nossa paciência, respeito e acima de tudo APOIO.
O goleiro no Brasil é uma figura injustiçada, dizem as más linguas que onde ele pisa nem grama nasce.....
Quando fecham o gol não fazem mais que a obrigação, quando tomam um frangaço não servem pra nada e nas rodas de conversa acham que deveriam ser linchados em praça pública.
O imediatismo do futebol sempre fez e fará vítimas que não podem nem se defender.


O exemplo mais claro foi o de Barbosa, o goleiro brasileiro em 1950 carregou a maldição de ter cometido uma falha durante longos anos.
Só aos que não sabem a respeito, Barbosa foi titular do Vasco durante 10 anos, era excelente goleiro e por uma falha foi crucificado eternamente pelos ingratos, assim como Barbosa muitos outros estão sempre com a corda no pescoço.
Olhem o que Armando Nogueira disse sobre o ocorrido:
"Certamente, a criatura mais injustiçada na história do futebol brasileiro. Era um goleiro magistral. Fazia milagres, desviando de mão trocada bolas envenenadas. O gol de Ghiggia, na final da Copa de 50, caiu-lhe como uma maldição. E quanto mais vejo o lance, mais o absolvo. Aquele jogo o Brasil perdeu na véspera."



Falcão disse uma vez que jogador de futebol morre duas vezes, uma quando para de jogar e outra quando de fato deixa de viver.
Acho que Falcão foi sábio, porém o goleiro não só morre duas vezes, ele corre sério risco dessa "primeira morte" todo jogo.

Mas vamos falar dos 4 goleiros dos grandes paulistas:
Julio Cesar = Corinthians.
Talvez o maior alvo do amor desconfiado, a torcida corinthiana que viu Carlos, Ronaldo, Dida e outros sempre fica com a pulga atrás da orelha com o JC.
Eu particularmente acho um goleiro ótimo, acho que foi muito cedo colocado na fogueira de assumir a titularidade, não tem a confiança da torcida e nem do Corinthians, lembram que contrataram o Bobadilla e o Renan para esperar o primeiro tropeço do JC? Apesar disso ele tem correspondido bem e espero caso venha um tropeço na Libertadores não .



Rafael = Santos
Outro com o peso de substituir grandes goleiros, e entrou sempre na desconfiaça do torcedor.
Hoje está estável e com mais peito para segurar por muito tempo a 1 santista, a libertadores do ano passado é grande parte devida ao goleirão, basta ver o jogo América-MEX x Santos no estádio Azteca, ali ele "carimbou" o passaporte para o caneco santista e se desgarrou da ala dos "bons goleiros" para ser considerado ótimo.
Acho que Rafael se seguir evoluindo da forma que está tem grande chance de ser 1 da seleção em alguns anos.



Deola = Palmeiras
Tem "só" o peso de substituir um ídolo e honrar a escola de goleiros palmeirense que a anos é a melhor do Brasil.
Com certeza substituir Marcos vai ser impossível, pelo que representou e representa no clube.
Deola tem se mostrado muito constante e teve ótimas atuações ao substituir Marcos, como todo goleiro falha aqui ou ali as vezes, mas o torcedor palmeirense confia que Deola tem os requisitos para ser o titular da meta por muitos anos.



Dênis = São Paulo
Difícil falar desse jovem que apareceu bem demais quando substituiu Rogério Ceni pela primeira vez, depois ficou longo período nas sombras, afinal RC é o típico fominha e não da chance para ninguém tirar dele a camisa 1.

Hoje tem uma chance boa, com a contusão do ídolo tricolor ele pode mostrar que tem qualidades, afinal de contas a idade que pesou para Marcos vai pesar um dia para Rogério.


Resumindo.
Falta paciência da torcida, clube, imprensa e as vezes até do próprio goleiro.
Lembro que temos uma copa para disputar em casa e os goleiros sempre convocados para a seleção devem estar em ótimo momento.
Como não acredito que Mano Menezes é o tipo de cara que "banca" alguém como Felipão bancou Marcos em 2002 tendo outros goleiros tidos em melhor fase, Zagallo bancou Taffarel em 1998 mesmo com a pressão com Carlos Germando pegando tudo e outros grandes goleiros muito mais regulares na época.
Vamos aguardar, o que da gosto de ver é que não vejo no mundo reveladores de goleiros como nosso Brasil.

Boa sorte arqueiros brasileiros!

2 comentários:

  1. enquanto isso no Galo o mão de alface do Renan ribeiro!! AFFF!

    ResponderExcluir
  2. Belo post Allan, de fato hoje está raro achar grandes goleiros, o negócio não é gastar muito, é garimpar na própria base. Quando vc compra o cara chega com marra, e muitos acabam não rendendo o esperado, como o nosso "magnífico" Renan, que reclamou que " No timão é muito puxado " pelo menos quando se levanta da base, não se cria grandes esperanças no início, e o cara joga até mais leve até virar titular. Abraços!

    http://porpabloparaosapaixonadosporfutebol.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigado por seus comentários, nosso consultório sempre estará de portas abertas!