O Corinthians é diferente!!!!!


Quem não é corintiano, não entende esta frase e nunca vai entender.
O povo, que é a essência do Corinthians, lembra com muito orgulho, da fundação popular do clube, os 23 anos sem ganhar títulos, a Fiel Torcida, a invasão corintiana no Maracanã, o título de 77, a democracia corintiana, o Brasileiro de 90, a soberania paulista, o Mundial de Clubes, Penta Brasileiro, o CT, a Arena e agora a Libertadores contra o Boca.
Cada fato desta história centenária é carregada de paixão, emoção e sofrimento, porque todas as conquistas foram na luta, na raça e com o apoio incondicional da Fiel.
Aguardando essa sonhada final, vou reproduzir um belo texto do Rica Perrone, que não é corintiano, mas relatou com muita felicidade o que esta Libertadores representa para os 30 milhões de loucos:
.
Corinthians e mais nada
As vezes não podemos escolher os detalhes do que sonhamos. Se queremos uma bicicleta, quando garoto, sonhamos apenas com ela. Não importa a cor do banquinho, se são 10 ou 12 marchas. Quando desejamos, desejamos “a bicicleta”.
Ela pode vir embrulhada, desmontada, até em pedaços. Vindo, tudo certo.
As vezes demora, e quando demora é porque precisa demorar. Sonhos faceis não tem valor, conquistas rápidas são menos saborosas.
Nenhuma taça no mundo será tão deliciosa ao seu torcedor quanto a sonhada Libertadores do Corinthians. Se virá em 2012, não sei. Mas nunca esteve tão perto, e os motivos disso eu me arrisco dizer que sei.
Com tamanha demora e expectativa, pode tudo. Menos ser comum.
E mais do que “especial”, “brilhante”, “massacrante” ou “empolgante”, ela tem que ser “corintiana”.
Você sabe, como eu, como qualquer um que viu na televisão as imagens da torcida no final. Eles querem de uma forma que ninguém nunca quis. E buscam sem saber como, mas buscam, sem nunca ter atrelado sua paixão a esta condição.
Na final, possivelmente o Boca, o “papão” da Libertadores, aquele que todos temem. E se é pra exorcizar, que seja em grande estilo.
Não, nada de São Caetano, Libertad, Emelec. Me dê logo o Boca, pois se é pra escalar, que seja o Everest.
Nas finais de Libertadores, caprichosamente, foram o Sào Paulo de Rai, de Rogério. O Santos de Pelé e o Santos de Neymar. O Flamengo de Zico, o Grêmio de Paulo Nunes, o Palmeiras de São Marcos.
E agora lá está ele. Perfeito, como que encomendado, mais uma vez sendo único e diferente.
Ela é esperada demais pra ter um herói ou um nome que a acompanhe.
Não tem “o cara”, e não pode ter. Não tem um super técnico de grife, porque nenhum é digno de ser “o que veio para resolver”. Pois se existe um clube que merece ganhar a Libertadores por si só, sem ouvir que foi o Time de não sei quem, este é o Corinthians.
Simplesmente porque não é possível ser maior do que a espera e a paixão desta torcida, que sempre soube esperar. Não pode ter um nome anexo a essa história.
É o São Paulo de Rogério, o Santos de Neymar, o Flamengo de Zico e o Corinthians… do Corinthians.
Aquele que a fiel adora. Sem “o cara”, mas com “a cara” da camisa que vestem.
abs,
RicaPerrone

3 comentários:

  1. Belo texto do Rica e concordo com o que ele disse.
    O título está sim bem próximo, claro que em termos de rivalidade o Corinthians sempre quis ganhar a libertadores por 2 motivos:
    1) Tirar 1 dos motivos das piadas dos rivais.
    2) Poder ter realmente a chance de disputar um título internacional sem entrar de maneira duvidosa.

    Será que é a hora?
    Não sei, pode ser que sim e que não!
    O fato é que se ganhar será merecido, time de libertadores não precisa jogar bonito e sim precisa JOGAR e isso o curingueta tem feito.
    Se não ganhar possivelmente a paixão virará ódio e a quebradeira do estádio e o chororô somado a zoação triplicada dos rivais será grande e terá muito corinthiano desligando o celular.

    Vamos aguardar!!

    ResponderExcluir
  2. Dúzão, infelizmente o Doutor foi embora antes dessa final de arrepiar entre Corinthians x Boca. Eu valorizei muito essa passagem para final em particular, pois sei que ver com 19 anos o que muitos corinthianos mais velhos não viram até hoje, é muito precioso. Chegar na final ja foi histórico, mas agora queremos o título! Dr. palmeirense foi feliz acima ao especificar essas razões que ela apresenta do nosso desejo pelo título, isso é dentro da rivalidade com a Liga dos Playboys Melados, mas no contexto geral as razões vão muita além, pois não estamos nem aí para o que pensam de nós, queremos o bem do Corinthians sempre. Abraços, S.A.

    ResponderExcluir
  3. O site "Ela e o futebol" está com uma reportagem sobre os nossos atletas brasileiros, abordará o que acontece desde a chegada ao clube, até se tornar jogador profissional. Foram 5 entrevistas, cada semana estarei postando uma. Conto com sua visita e comentário, acesse: http://migre.me/9DJX0

    ResponderExcluir

Obrigado por seus comentários, nosso consultório sempre estará de portas abertas!